segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Tolos Versos Livres

Sou um amante incessante com todos os altos e baixos.
Se disser que te amo ou disser que te odeio, acredite.
Não sei fingir sentimento.
Eu vivo a intensidade do gesto, do toque, do olhar e das palavras.

Peguei um resquício de orgulho que ornava os meus olhos e guardei numa caixa,
Dentro de um envelope amarelo, junto a uma saudadE extraviada e
Vivo sem saber por que vejo o seu rosto em milhares de outros rostos.
O seu perfume é único. É curva em francês. Só eu entendo.

Estou louco e,
Quis escrever em versos livres, tão livres quanto você, tudo que pudesse lhe agradar, caro leitor,
Mas se tratando de mim não poderia oferecer nada diferente da minha essência
Versos são entediantes, quietos e tolos como eu,
Presumo que não serão de grande valia predicados tão modestos.

Apoderei-me de uma paixão inventada
Dessas que a ninguém pertence
Dessas que de saudade mata
Dessas que ninguém entende
Paixão limitada
Saudade incompleta.
 



                                                   [autor: Eli Nunes ]


                                                                                     Salvador Dali



"Lá vou eu de novo, feito um tolo, Procurar o desconsolo Que eu cansei de conhecer. Novos dias tristes,
Noites claras, versos, cartas Minha cara, ainda volto a lhe escrever Pra lhe dizer que isso é pecado
Eu trago o peito tão marcado De lembranças do passado E você sabe a razão" (Tom Jobim e Chico Buarque)




31 comentários:

  1. ótima postagem ^^
    atrai bem o leitor..

    ResponderExcluir
  2. Poema sem mei tyermos. Cheio de sentimentos, fortes imagens . gostei

    http://www.umcontoemeio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Achei legal só acho que você poderia diminuir um pouco a fonte, Valeu..
    to seguindo o blog!
    Retribui?
    http://metalcomhumor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. massa o texto!!!
    deu vontade de roubar o último parágrafo, e colocar em algumas letras aqui hahaha
    mais vou fazer isso NãO.

    ResponderExcluir
  5. Este é o amor de um poeta. E amor de poeta só podia ser intenso, idealizado, visceral...

    Da mesma forma que ama, odeia... Ama ao ser único, mas vê a face do amado refletida em milhares de outros, tão únicos e tão diversos, contraditório, como o ser humano...

    Valdeck Almeida de Jesus
    Poeta e Escritor

    ResponderExcluir
  6. Meu Tifiiium *-*
    Que porra é essa mermão?
    HAHAHA, parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Foi lindo ler ao som de uma música romântico aqui no meu pc...
    Até deu um friozinho...
    eu interpretei como se fosse alguém tivesse partido e só deixado saudades...
    isso acontece com os melhores poetas. ♥

    ResponderExcluir
  8. Muito bom,
    Se continuar nesse caminho tende a crescer muito!!
    Adorei!

    ResponderExcluir
  9. Poema lindo, leve, agradável.
    Adorei.
    As rimas são fáceis e envolvente, não tem peso nem drama.
    Parabéns, poeta!

    Também tenho um site literário, quando puder faz uma visita lá...
    Vou nessa,
    Abraços!

    http://redutonegativo.blogspot.com/
    www.twitter.com/rejane_marques

    ResponderExcluir
  10. Muito bonito esse poema, fantastico vou seguir esse blog e ficar de olho nos próximoas poster.. vlw.

    http://humor-sem-graca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. bonito texto, muito bom de ler!!
    parabéns!
    www.naoclico.com

    ResponderExcluir
  12. que lindo seu blog adorei o texto, obrigada pela visita!!

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto e me descreve um bocadinho ^^

    ResponderExcluir
  14. Aldo, o que é isso? Tava inspirado, hein!? Confesso que ultimamente (pelo estresse diário), fico sem 'saco' pra ler as coisas. Cometi um crime: Abandonei um livro! hehheh Mas quando se trata do seu blog, dos seus textos... Aff! Leio com a mais boa vontade do mundo. Arrasou! Se cuida!

    ResponderExcluir
  15. Quando entrei no teu blog e li 'cinema, teatro, música, desenhos' fiquei super interessada no conteúdo. Confesso que depois de ler o seu texto, fiquei encantada. Parabéns pelo bom uso das palavras!

    ResponderExcluir
  16. O importante é ser verdadeiro nos sentimentos, não é mesmo?
    Excelente post!
    passa lá?
    http://uaimeu10.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Poxa!
    Muito obrigada mesmo! Eu é que fico feliz por ter gostado do conteúdo do meu blog e pelo comentário; até porque eu tenho o maior cuidado ao selecionar as músicas, justamente pra não atrapalhar os leitores.

    Faço questão que volte sempre; pois será um prazer!

    ResponderExcluir
  18. Maravilhoso primusco. O sentimento que veio expressado nesse poema, um desapafo do coração

    ResponderExcluir
  19. Adorei o Blog, e a maneira como escreve.
    Abracos

    ResponderExcluir
  20. Gostei demais da 1ª estrofe...

    Parabéns pelo blog!

    www.malnutrido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. É uma benção e uma maldição viver neste limiar de intenso sentir... O resultado só pode ser lirismo!

    ;D

    ResponderExcluir
  22. Oi,amiguinho(achei legal seu blog),visite/siga o Blog do XANDRO(meu blog)vc vai gostar!;)

    http://blogdoxandro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Achei muito legal. Gostei também do blog =D Você escreve muito bem.

    ResponderExcluir
  24. bem bacana seu texto, meu amigo! estou te seguindo aqui, segue meu blog lá de volta =))

    www.foiporquerer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Coisa Linda, Eli!
    Amei, me identifiquei,Gostei,marquei e comentei... rsrsrs
    Parábens, vou seguir e dê uma olhadinha no meu blogbebê tbm... http://wwwladyjanejanessa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. legal, bem romântico e classico o texto!!
    senti um tom de paixão e incerteza, não sei se esse era o objetivo!

    ResponderExcluir
  27. Bacana! a paixão é um sentimento tão louco que uma hora "odiamos" outra hora amamos demais fato que é um sentimento que queima

    ResponderExcluir
  28. Uhu! Dando uma espiadinha...
    MyBlog: www.itelles.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Perfeito!!! Muito legal. Você vai longe

    ResponderExcluir
  30. E aí poeta!
    Ótimos versos! tava inspirado, hein?

    ResponderExcluir